Câimbras: causas e prevenção

Atualizado: 9 de Dez de 2019

A câimbra, ou espasmo muscular, é uma contração súbita, intensa, persistente e dolorosa dos músculos que pode durar de alguns segundos até vários minutos. Ocorrem em aproximadamente 95% das pessoas ao longo da vida; são mais comuns em adultos, se tornam mais frequentes na velhice e acometem qualquer músculo de controle voluntário.


Câimbras quase sempre acometendo membros inferiores, estão presentes em cerca de 50% das pessoas com idade superior a 50 anos. Ocorrem geralmente no pé, coxa ou panturrilha.


As causas mais frequentes das câimbras são:

  • Atividade física intensa;

  • Desidratação (principalmente em idosos e com o uso de diuréticos);

  • Alterações hidroeletrolíticas, principalmente perda de cálcio, magnésio ou potássio;

  • Gravidez devido ao ganho de peso adicional;

  • Fratura óssea (contração dos músculos ao redor da lesão);

  • Alterações metabólicas como as que ocorrem no diabetes, no hipotireoidismo, no alcoolismo e na hipoglicemia;

  • Doenças neurológicas, como na doença de Parkinson ou nas miopatias;

  • Insuficiência venosa dos membros inferiores como nas varizes.

  • Longos períodos de inatividade em posição inadequada;

  • Alterações estruturais, como pé chato e o genu recurvatum (hiperextensão do joelho);

  • Hemodiálise;

  • Cirrose hepática;

  • Obesidade;

  • Deficiência de vitaminas B1, B5 e B6.

  • Anemia;

  • Aterosclerose;

  • Medicamentos: diuréticos, Donepezila (para Alzheimer), Neostigmina (para miastenia gravis), Raloxifeno (antineoplásico). Nifedipina (para hipertensão); Salbutamol (para asma), Clofibrato e lovastatina (para dislipidemia)

Como evitar câimbras?


Para evitar as câimbras noturnas deve-se fazer alongamentos por 15 minutos antes de dormir, dar preferência para alimentos ricos em cálcio e magnésio, manter uma boa hidratação ao longo do dia e evitar o sedentarismo. Outra opção é praticar bicicleta ergométrica por alguns minutos antes de dormir. Deixar o lençol solto, sem prendê-lo na cama também ajuda porque isso mantém os pés livres evitando a flexão ou extensão dos pés.

De modo geral, para se evitar as câimbras recomenda-se realizar alongamentos antes e após exercícios, principalmente para os indivíduos sedentários e fazer uma boa hidratação antes, durante e depois do esforço. Uma das causas de câimbras é o acumulo de ácido láctico após a geração de energia com baixa utilização de glicose. Uma boa hidratação elimina o excesso de ácido láctico da circulação e evita as câimbras. Evitar o excesso de álcool e cafeína, pois ambas são substâncias diuréticas, que favorecem a desidratação. O uso de água tônica por possuir pequenas quantidades de quinina pode prevenir câimbras.


Quer ler mais posts como este? Entre no Blog do Dr. Ubiali

51 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo