top of page
pngwing.com.png

Centro Integrado de Neurologia Avançada de Franca

  • Clínica Neurológica

  • Mapeamento Cerebral 

  • Eletroencefalograma

2023-07-06.png

Clínica Neurológica especializada em mapeamento cerebral e Eletroencefalograma.

.

Antedemos vários convênios, incluindo: Unimed, Cabesp, Amil, Allianz, Bradesco, SulAmerica, Porto, Notredame, Sompo, Caixa, OAB e outros.

Laudos dados por médicos neurologistas.

Centro Integrado de Neurologia Franca/SP

2023-07-06 (1).png
2023-08-17.png

O que é Encefalograma e Mapeamento Cerebral

O eletroencefalograma, comumente abreviado como EEG, é um procedimento médico utilizado para registrar a atividade elétrica do cérebro. Ele desempenha um papel fundamental na área da neurologia, permitindo aos médicos e pesquisadores obter informações valiosas sobre a função cerebral. Neste texto, exploraremos o que é o eletroencefalograma, como ele funciona e suas aplicações.

Em termos simples, o mapeamento cerebral envolve a criação de mapas ou imagens do cérebro, que mostram como diferentes regiões estão conectadas e como elas respondem a estímulos externos ou internos. Existem várias técnicas utilizadas para isso, incluindo ressonância magnética funcional (fMRI), eletroencefalografia (EEG), tomografia por emissão de pósitrons (PET) e magnetoencefalografia (MEG), entre outras.

A fMRI é uma das técnicas mais comuns e poderosas utilizadas no mapeamento cerebral. Ela funciona detectando mudanças no fluxo sanguíneo no cérebro, o que está intimamente relacionado à atividade neuronal. Quando uma determinada região do cérebro se torna mais ativa, ela demanda mais oxigênio e nutrientes, o que leva a um aumento no fluxo sanguíneo nessa região. A fMRI pode detectar essas mudanças e criar imagens em tempo real que mostram quais áreas do cérebro estão sendo ativadas durante tarefas específicas, como falar, ler, ouvir música ou resolver problemas.

O mapeamento cerebral é importante por várias razões. Primeiro, ele nos ajuda a entender como o cérebro funciona e como diferentes regiões estão envolvidas em diferentes funções cognitivas e comportamentais. Isso é crucial para o avanço do conhecimento em áreas como psicologia, neurociência e medicina.

 

Princípio de Funcionamento:

O cérebro humano é composto por bilhões de neurônios que se comunicam uns com os outros através de sinais elétricos. Esses sinais elétricos resultam da atividade bioelétrica do cérebro e podem ser registrados através de eletrodos colocados na superfície do couro cabeludo. O eletroencefalograma é realizado com a pessoa deitada ou sentada confortavelmente enquanto os eletrodos são aplicados em posições específicas ao redor da cabeça.

 

Coleta de Dados:

Durante o procedimento, os eletrodos capturam a atividade elétrica do cérebro em forma de ondas cerebrais. Essas ondas cerebrais são então amplificadas e registradas em um gráfico chamado eletroencefalograma. As ondas cerebrais são classificadas em várias categorias, como ondas delta (associadas ao sono profundo), ondas theta (associadas ao sono leve), ondas alfa (associadas ao estado de relaxamento), e ondas beta (associadas ao estado de alerta e atividade mental).

 

Aplicações do EEG:

O EEG tem uma ampla gama de aplicações clínicas e de pesquisa:

  1. Diagnóstico de Distúrbios Neurológicos: O EEG é frequentemente usado para diagnosticar distúrbios neurológicos, como epilepsia, convulsões, encefalopatias, tumores cerebrais e distúrbios do sono. A análise das ondas cerebrais ajuda os médicos a identificar anormalidades na atividade elétrica cerebral.

  2. Monitoramento de Anestesia: Em cirurgias que requerem anestesia geral, o EEG pode ser usado para monitorar o estado de consciência do paciente e garantir que a anestesia seja adequada.

  3. Pesquisa Científica: O EEG é uma ferramenta valiosa para a pesquisa em neurociência. Cientistas utilizam o EEG para estudar a cognição, emoções, processos de aprendizado e outros aspectos da função cerebral.

  4. Estudo do Sono: No estudo do sono, o EEG é empregado para monitorar a qualidade do sono, identificar distúrbios do sono, como a apneia do sono, e avaliar a eficácia de tratamentos relacionados ao sono.

 

Conclusão:

O eletroencefalograma é uma técnica médica essencial que nos permite acessar informações cruciais sobre a atividade elétrica do cérebro. Seu uso abrange desde o diagnóstico de distúrbios neurológicos até a pesquisa em neurociência. Através da análise das ondas cerebrais, o EEG contribui significativamente para a compreensão do funcionamento cerebral e o tratamento de condições neurológicas, melhorando assim a qualidade de vida de muitos pacientes.

Polissonagrafia

O exame do sono.

A Polissonografia é um exame médico especializado usado para monitorar e registrar várias atividades fisiológicas durante o sono de uma pessoa. Essas atividades incluem padrões de respiração, atividade cerebral, movimentos oculares, movimentos musculares e ritmo cardíaco. Essa técnica é crucial para o diagnóstico e tratamento de distúrbios do sono, como apneia do sono, síndrome das pernas inquietas, insônia, narcolepsia e distúrbios do ritmo circadiano.

Durante a Polissonografia, o paciente é monitorado enquanto dorme em um ambiente controlado, geralmente em uma clínica do sono especializada. Eletrodos são colocados em várias partes do corpo para medir a atividade elétrica do cérebro (eletroencefalograma), movimentos oculares (eletrooculograma), atividade muscular (eletromiograma) e atividade cardíaca (eletrocardiograma). Além disso, sensores são colocados no nariz e na boca para monitorar a respiração, e sensores de oximetria de pulso são usados para medir os níveis de oxigênio no sangue.

Durante o exame, os dados são registrados e analisados por profissionais treinados em medicina do sono. Eles avaliam os padrões de sono do paciente, identificam anormalidades e diagnosticam distúrbios do sono, se presentes. Com base nos resultados da Polissonografia, os médicos podem recomendar tratamentos específicos para melhorar a qualidade do sono e tratar condições subjacentes.

A Polissonografia é uma ferramenta valiosa para entender os padrões de sono de um indivíduo e diagnosticar distúrbios do sono de forma precisa. Ao identificar problemas relacionados ao sono, os médicos podem ajudar os pacientes a melhorar sua qualidade de vida, reduzir o risco de complicações de saúde e promover um sono mais reparador e revitalizante.

Mulher dormindo

Convênios

convenio mapeamento franca.jpg
Telefone
(16) 3720-2018
(16) 99986-2018
Whatsapp

Rua Demar Tozzi, 340

São Joaquim

Franca/SP, 14.406-358

Horário de Funcionamento:

Seg - Sex: 08:00 - 17:00

bottom of page